Inscrições Programa Vale-gás 2016

bolsa-familia-2016

O Governo Federal criou muitos programas com o intuito de ajudar as pessoas que viviam com baixas condições financeiras, entre os programas que ajudaram e ainda ajudam os cidadãos brasileiros de baixa renda está o vale-gás.
Programa vale-gás

O vale-gás, também chamado de auxílio gás, foi um programa governamental criado em 2001, com o objetivo de atender os beneficiários dos programas do governo, em 2003 ele foi incorporado ao Bolsa Família, que a cada ano, melhora a vida das pessoas que antes não tinham nem o que comer.

Embora o vale-gás tenha sido incorporado ao Bolsa Família, ele não deixou de existir e os beneficiários desse programa de renda continuarão recebendo o benefício em 2016. O vale-gás era dado para famílias que viviam em situação de extrema pobreza, pois não tinham condições de comprar um botijão de gás, com isso o vale-gás era dado para as famílias carentes a cada dois meses.

No começo o vale-gás dava a cada família que tinha uma renda total de até meio salário mínimo, R$ 15,00, com o passar do tempo foi concluído que mesmo com essa ajuda as famílias não conseguiam comprar botijões de gás regularmente, por isso o programa foi veiculado ao Bolsa Família.

Vale-gás 2016

O vale-gás agora está junto com o Bolsa Família, isso quer dizer que ele não é mais dado a cada dois meses e sim todos os meses, porque o Bolsa Família é uma transferência de dinheiro feita pelo governo mensalmente para todas as famílias inscritas.

As inscrições no programa vale-gás 2016 não podem ser realizadas, pois quem quiser receber essa ajuda terá que se inscrever no Bolsa Família, mas é importante dizer que para entrar nesse programa é preciso preencher alguns requisitos, são eles: A renda mensal não pode passar de R$ 77,00, por pessoa, caso não haja crianças, adolescentes e gestantes na família, a renda mensal por pessoa deve ser no máximo R$ 154,00 e é preciso estar cadastrado no Cadastro Único.

Bolsa Família 2016

Para receber o Bolsa Família 2016 é indispensável se cadastrar no Cadastro Único, para isso precisa marcar presença no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do seu município, para saber o endereço, basta pesquisar na internet ou ir a uma regional para se informar.

Depois de se cadastrar no Cadastro Único, o governo verá se a sua família preenche os requisitos do programa e se for aprovada, todos os meses receberá uma quantia que vai depender das condições e membros da sua família. Então se tem dificuldade no seu sustento e da família, se cadastre no Cadastro Único para receber uma ajuda merecida do governo.

Compartilhe essa matéria

Gostou da matéria? Deixe seu comentário