Madrinha de Casamento, Dicas de Roupas

roupas madrinha de casamento
Quando recebemos um convite para madrinha de casamento seja por uma amiga ou alguém da família, nos faz sentirmos lisonjeadas pela demonstração de carinho e consideração por parte dos noivos. Por isso nos sentimos quase que na obrigação de retribuir pela preferência. Portanto surgem algumas leves preocupações para “não fazer feio” num momento tão importante e inesquecível na vida da amiga. A primeira coisa que pensamos é no presente, e como somos convidados especiais, o presente dos padrinhos também tem que ser especial. Conheço algumas noivas que lembram o que ganhou de cada convidado.

Outra preocupação que temos é em relação ao traje a ser usado na cerimônia. As madrinhas sempre têm que estar com um excelente visual, melhor que o visual mais que as convidadas, afinal de contas, ela estará ao lado dos noivos e saíra na maioria das fotos. Os padrinhos não têm tanto com que se preocuparem, já que dependendo do traje do noivo, poderá usar fraque ou terno, atentando apenas para as cores que jamais devem ser claras para não serem confundidos com o noivo. Já as madrinhas, assim como a noiva que cuida de todos os detalhes dos preparativos para seu casório, devem seguir algumas regras para conquistar seu espaço no altar com um traje especial.

Para escolher o traje ideal é preciso levar em consideração o tipo de festa (religião), o horário e o local da cerimônia, a estação do ano para tentar adivinhar o clima e que tipo de vestimenta mais combina com seu estilo e tipo físico. Cuidado com o decote, as fendas e a transparência, afinal de contas é um evento solene e respeito é bom.

Uma opção é seguir as orientações e o gosto da noiva e conversar com as outras madrinhas para chegarem a um consenso de modelo, comprimento e cor dos vestidos, geralmente a noiva deixará a critério de cada madrinha o que melhor lhe convém. Só lembrando que a tradição de não usar preto, marrom, branco ou tons claros que se assemelham ao vestido da noiva, continuam valendo. Casamentos realizados pela manhã pedem vestidos de tecidos leves como o crepe e de cores pastéis como o azul-claro, salmão, verde-piscina, lilás ou rosa. Chapéu não é mais usado, a não ser que seja uma cerimônia muito requintada e todas as madrinhas decidam usar. A maquiagem deve ser suave e o brilho deve ser evitado. As bijuterias estão liberadas, mas sem exageros, uma opção são as pérolas. As sandálias devem ter saltos médios e mais grossos, evitando os modelos muito abertos, um channel fica perfeito. Já os casórios de final de tarde são os mais difíceis para compor o visual. Vale seguir as regras dos casamentos matinais. Pense assim: Café da manhã = Chá da tarde. Mas já é permitido usar cores mais intensas, como vinho, bordeaux, verde musgo, uva, azul Royal, etc. O comprimento dos vestidos pode ser longo com bordados e brilho discreto, afinal de contas a festa adentrará a noite e ninguém precisa ficar apagada. Os sapatos devem seguir as tonalidades dos vestidos sem brilhos e cuidado com o exagero de maquiagem. As cerimônias realizadas à noite pedem trajes mais formais com requinte e glamour, o brilho da prata, do dourado e cores mais intensas. Mas cuidado, todo o brilho da noite deve ser da noiva e é comum vermos exageros que depois rendem muitas ‘conversas’ durante e depois da festa. Os tecidos devem ter brilho próprio ou aposte nos acessórios mais chamativos, usando sempre o bom senso, principalmente na maquiagem. E lembre-se do lance do clima, pois não adianta nada usar um vestido lindo e ficar tremendo de frio no altar, não ficará elegante. Um modelo bem cotado é o tomara-que-caia, que pode ser usado com um bolero, echarpe ou xale, para “tampar” o decote. Caso o clima esquente, pode ser retirado.
Dicas para madrinha de casamento

RESUMO DA ÓPERA – GUIA PRÁTICO

No caso das cerimônias informais, podendo ser pela manhã ou à noite, não existe muita pompa e são muito comuns hoje em dia.

Use:
• Vestidos de festa simples com comprimentos no ou abaixo do joelho, mesmo quando a moda das saias andarem curtas;
• Tailleurs, chemisier, vestido e casaco ou conjunto de duas peças;
• Tecidos foscos, mas de qualidade como o linho, crepe, seda, microfibra, lãs ou veludos sem brilho (algodão);
• A roupa pode ter tonalidades combinadas, ser de um único tom, ter estampa discreta, cores vivas ou sóbrias;
• Antes das 18h, arranjos, enfeites e chapéus de aba discretos podem ser usados, mas caprichar no penteado já é suficiente;
• Sapatos e bolsas de couro, peles e luvas no inverno e bijuterias ou jóias foscas, como as pérolas, complementam o visual;

Não pode:
• Tecidos de festa como brocados, transparentes, bordados com brilho, veludo, seda, tafetá;
• Sapatos e chapéus forrados de tecido, tamancos, babuches, luvas compridas, detalhes de voilete ou strass ;
• Evite tons claros, aliás, branco e cru são proibidos;

Existem as cerimônias que requer um toque a mais de classe, conhecidas como semi-formais.

Use:
• Vestido ou tailleur comprimento Chanel ou longo moda (sapato à mostra);
• modelo justo, drapeados, plisse, rodados ou tubos com bordados em tecidos como seda, crepe, organza, georgete, musselina, rendas, tafetá, microfibras, veludo ou tecidos com acabamento de brilho;
• sapatos de tecido ou couro de salto alto e carteiras ou bolsas pequenas no tom ou materiais dos sapatos ou contrastando nas cores;
• Chapéus com abas são permitidos até às 18:00, sendo permitidos alguns adereços como jóia de ouro com pérolas e pedras preciosas ou bijuterias finas;

Não pode:
• Trajes em cores claras ou metalizadas brilhantes (ouro/prata);
• Padronagens ou estampas exageradas;
• Tecidos como algodão ou linho;
• Luvas acetinadas e compridas;
• Bolsas extravagantes;

Agora existem as cerimônias que já prometem quando recebemos o convite, onde informa que o traje é social completo. São as formais, então dá pra ter uma idéia que não dá pra inventar muito e que é preciso seguir as tradições.

Use:
• Vestido ou tailleur longo gala (cobrindo o sapato) ou semi-longo;
• Modelos sóbrios com decotes discretos e mangas longas em tecidos de festa como cetim, tafetá, seda pura, georgete, renda, veludos, microfibras ou adamascados. Cores entre os tons pastel ou primárias;
• Bordados com motivos em fio metálico, pedras e lantejoulas;
• Arranjos (opcionais) para a cabeça em flores artificiais em seda; penas, plumas, casquete bordado ou pequeno toque com voilete cobrindo o rosto;
• Luvas opcionais nos modelos sem mangas
• Sapatos sociais em tecido, napa metalizada ou couro liso;
• Bolsa pequena sofisticada e jóia (ou bijuterias) em harmonia com a roupa;

Não pode:
• Roupas inadequadas para festa;
• Acessórios esportivos com roupa sofisticada
• Bordados, transparências, decotes ou detalhes exagerados;
• Tons claros como bege, pérola, marfim ou cores que possam disputar com a roupa da noiva;

Via: Combinandinho

99 Comentários

  1. sandra

    4 de junho de 2013 at 20:24

    Boa noite vou ser madrinha de casamento em agosto e vou usar um vestido de renda rose com o fundo de cetim azul que cor devo usar de sapato e bolsa.

  2. andreia

    17 de outubro de 2013 at 23:32

    Em agosto vou ser madrinha de casamento. Quero vestido vermelho qual a cor do sapato ou sandalia q devo usar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

wau